sexta-feira, 29 de junho de 2012

POEMA - BERILO WANDERLEY!

Poema

O sol dos teus olhos foi que
amadurou meus olhos.
A rosa da tua boca foi que
perfumou a minha boca.
A doçura do teu amor foi que
adoçou a minha vida.
E hoje minha vida é feliz.
Como uma janela aberta para uma manhã de sol.
Feliz como alguém de assobia
na rua e passa.
E a tristeza que outrora
guardei como rosas tristes,
plantei entre pedras e não medraram
nunca mais.
Agora canto como as fontes,
que as dores mal nascidas secaram
e morreram à beira do caminho.

Um comentário:

  1. Só a grandeza de um Poeta, poderia produzir tamanha beleza!
    Eduardo Gosson

    ResponderExcluir